radio-jubilar.jpg

Projeto Rádio "Escola Portuguesa em Ação"

O programa de rádio “Escola Portuguesa em Ação” é um projeto que contribui de forma decisiva para desenvolver competências nos domínios do Saber Fazer,  Saber Ser e Saber Estar, com vista à formação integral do aluno nos diferentes ciclos de ensino, proporcionando experiências radiofónicas e criando o gosto pela rádio na comunidade escolar.

O programa de rádio “Escola Portuguesa em Ação” permite a divulgação periódica das atividades mais significativas desenvolvidas na escola, atividades essas relativas a temas tão abrangentes como, por exemplo, a gravidez precoce ou os Média, já para não falar nas rubricas da língua portuguesa " Falar bem para escrever melhor" ou a rubrica  "Ecoespaço", dinamizado pelo Clube de Ciência, Tecnologia, Ambiente e Astronomia. Todas estas atividades contam com a colaboração de todos os elementos da comunidade educativa.

As emissões radiofónicas são emitidas a partir dos estúdios da Rádio Jubilar, localizada em São Tomé (frequência de 91.9 MHz), todos os sábados, das 11h00min às 12h00min, ao longo do ano letivo, com interrupções durante as pausas letivas."

Voltar para cima

No dia 24/10/2020, Melissa, Carlos, Alessandra e Hélvio (alunos do 12° ano dos cursos de Ciências e Tecnologia e Ciências Socioeconómicas) participaram na primeira sessão da “Escola Portuguesa em Ação” do ano letivo 2020/2021.

Nessa sessão foram abordados temas de extrema importância para o povo santomense: a educação sexual, como falar bem para escrever melhor e a problemática de “garimpo das areias”, em São Tomé. 

Os alunos explicaram que a educação sexual não pode ser assunto tabu. É importante falar sobre uso de preservativo, a gravidez precoce, entre outros aspetos que precisam ser aprofundados e esclarecidos. Explicaram que a educação sexual é toda a oportunidade que a criança, o adolescente, ou qualquer outro indivíduo, tem de receber informações, esclarecimentos, sobre tudo que diz respeito ao seu corpo. 

Na rubrica “Falar bem para escrever melhor” os alunos leram um poema de Eugénio de Andrade e falaram um pouco sobre a colocação correta dos pronomes nas frases, dando exemplos como este: não se deve dizer “As pessoas se convenceram que o Covid-19 é muito perigoso.” mas sim “As pessoas convenceram-se que o Covid-19 é muito perigoso.” 

E por fim encerramos o programador com a rubrica do Ecoespaço. Através da comunicação social, começamos este mês de outubro a alertar e a sensibilizar a sociedade para a importância de promover a sustentabilidade, nomeadamente em São Tomé e Príncipe. Na rubrica são abordados temas como a biodiversidade, a conservação de espécies e diversas problemáticas a nível ambiental.

Os temas escolhidos em cada programa visam a necessidade de proteger a Terra, o nosso planeta.

Neste sábado, os alunos abordaram a problemática do “garimpo das areias” em São Tomé. Este é um problema que tem vindo a tornar-se cada vez mais comum, pois está a provocar a progressão da linha de costa até o interior. Isso fará com que haja um aumento significativo dos fenómenos erosivos. 

 

E foi com satisfação que os alunos juntamente com os professores encerraram o programa “Escola Portuguesa em Ação”.

No dia 31/10/2020, as turmas 11 CSE e LH participaram no programa de rádio “Escola Portuguesa em Ação”, realizado na Rádio Jubilar, um projeto da Escola Portuguesa de São Tomé e Príncipe. A turmas foram representadas pelos alunos Almiro Fernandes, Diana Nascimento, Gonçalo Carvalho e Ronaldo Dias. O programa teve como tema a emancipação feminina. Os alunos elaboraram um trabalho de pesquisa sobre a situação de desigualdade e discriminação das mulheres em vários países do mundo, do ponto de vista social, profissional e familiar, enfatizando a situação em São Tomé e Príncipe. Num momento de diálogo e reflexão apresentaram as suas opiniões sobre situações concretas como por exemplo a violência doméstica e a violência no namoro.

Na rúbrica Eco Espaço, da responsabilidade do Departamento de Ciências, foi abordado o problema ambiental dos plásticos, os seus efeitos nocivos e as alternativas ecológicas à sua utilização. No programa foram ainda incluídas músicas selecionadas pelos alunos.

A temática “Viagens” preencheu o programa da rádio “Escola Portuguesa 100% em Ação” no sábado, dia 7 de novembro. Este momento foi dinamizado por 5 alunos da turma de Ciências e Tecnologias do 11º ano que já são catedráticos nestas andanças.

Através dos testemunhos de vivências partilhadas em viagens realizadas, relembraram e fizeram relembrar que não são só as movimentações físicas no solo, no ar, no mar que são consideradas viagens. Num tempo de pandemia, como o que vivemos, houve e há que experienciar outro tipo de passeios e partilhá-los. A leitura, a escrita, a música, a sétima arte vaguearam no discurso dos jovens e na audição dos ouvintes que marcaram a assídua presença.

A referência ao tema central do Plano Anual de Atividades concebido para o biénio 2019-2021, «A celebração dos 500 anos da viagem de circum-navegação de Fernão de Magalhães» foi o mote de todo um programa dinâmico, agradável, rítmico.

Se a conversa foi proferida em vários sotaques, a música foi exclusivamente ao som de artistas santomenses.

Uma hora de boa disposição, boa conversa, boa companhia num período que ainda exige o distanciamento físico social.

A habitual rubrica de Português “Falar Bem Para Escrever Melhor” tratou o tema da boa pronuncia das palavras, sobretudo as que contemplam o duplo –r, como, por exemplo, “terror”, “terrestre”, “guerra”, “derreter”, bem como a diferença entre “carrinho” e “carinho”, uma vez que são signos linguísticos distintos.

Quanto à rubrica de Ciências – Ecoespaço – mais uma vez, pois nunca é de mais reforçar, alertou-se para a necessidade do bom uso dos recursos renováveis e não renováveis.

No dia 14 de novembro, o programa de rádio contou com a presença de cinco alunas, Aylla Santos, Diana Aguiar, Patrícia Mata, Jéssica Neves e Sílvia Apresentação, do 10.o ano de escolaridade do Curso de Ciências e Tecnologias. Ao longo do programa e, em representação da turma, as nossas locutoras falaram sobre “Saúde Mental”. Os ouvintes do programa tiveram a oportunidade de ouvir vários momentos de reflexão sobre a importância da consciência do momento, do disfrute do mesmo na sua plenitude e da sua influência no bem-estar do indivíduo.

Na rubrica “Falar Bem para Escrever Melhor”, as alunas falaram sobre as redundâncias em português.

Na rubrica “EcoEspaço” as alunas falaram sobre compostagem como uma solução para o ambiente e deixaram algumas indicações sobre como realizar a mesma.

Na manhã de sábado, dia 21/11/2020, António Trindade, Mirian Pinto e Silvia Assunção, alunos do 10° ano do curso de Ciências Socioeconómicas, participaram em mais uma sessão da “Escola Portuguesa em Ação” em representação da turma, com o tema “Discriminação”. Esta sessão tem lugar todos os sábados, das 11h às 12h, durante o ano letivo.

Os alunos introduziram o tema com a definição de discriminação, e de seguida apresentaram alguns tipos de discriminação mais sentidos na atualidade e concluiram com o alerta para a necessidade da educação e do conhecimento para que a ignorância não gere o preconceito, e o respeito mútuo seja a conduta de todo o ser humano.

E foi com satisfação que os alunos juntamente com os professores encerraram mais um programa “Escola Portuguesa em Ação”.

Albert Einstein dizia, "é mais fácil desintegrar um átomo do que um preconceito"

Na rubrica do Ecoespaço foi abordado o tema Reciclagem – uma alternativa sustentável. Cada vez mais é necessário eliminar resíduos de forma adequada ara proteger o nosso planeta, pois o ser humano continua a consumir demasiado e consequentemente a produzir mais lixo. Há que ter também em atenção os recursos naturais, pois a extração de matérias-primas tem enormes impactos ambientais. Estes e outros fatores levaram à criação do conceito dos ERREs, hoje já 5Rs: Reduzir, Reutilizar, Recuperar, Renovar e Reciclar.

Na rubrica “Falar bem para escrever melhor”   os alunos abordaram a diferença entre discriminar e descriminar, bem como outros exemplos de palavras homófonas, palavras pronunciadas da mesma forma, mas escritas de forma diferente e apresentando significados diferentes.

No dia 28/11/2020, o 9º ano, turma B, representados pelos alunos Eunice Almeida, Iziquiel Rita, Líri Aguiar, Lúcio Ramos e Marissa Nascimento, dinamizaram o programa “Escola Portuguesa em Ação”. Nesta sessão o tema abordado foram os “Recursos Hídricos” e apresentadas as duas rubricas articuladas com o programa. Os alunos elaboraram um trabalho de pesquisa sobre a importância dos recursos hídricos a nível mundial e, também, em São Tomé e Príncipe.

No programa os alunos evidenciaram e alertaram para os seguintes aspetos: o facto de o planeta ter muita água, mas apenas uma percentagem muito baixa ser própria para consumo humano; a problemática da falta de água doce e, também, a diminuição da sua qualidade, sobretudo devido à poluição das águas que resultam dos esgotos domésticos e industriais e o facto de ser essencial haver um aumento de água doce de boa qualidade, pois esta é utilizada por todas as sociedades e em diversos domínios (doméstico, industrial e agricultura).

Posteriormente, os alunos referiram a importância do dia 22 de março, no qual se comemora o dia mundial da água, este precioso recurso natural da Terra. Para finalizar o tema, abordaram a problemática da escassez de água em São Tomé e Príncipe. Refletiram sobre a urgência de evitar desperdícios de água, encontrar outras fontes e técnicas mais evoluídas de captação e tratamento de água, para a satisfação das necessidades da população, nomeadamente de água potável, de modo a não se chegar a uma situação dramática.

Por fim, os alunos despediram-se e encerraram o programa “Escola Portuguesa em Ação”.

Na rubrica Ecoespaço, foi abordado “O Impacte Ambiental dos medicamentos”. Os alunos transmitiram a gravidade deste problema, apelando para que os cidadãos façam tarefas simples para diminuir o impacte dos seus medicamentos no ambiente, promovendo a sua sustentabilidade.

Na rubrica “Falar bem para escrever melhor” foi abordado o uso da letra “X”; esta é utilizada em diferentes áreas, no entanto, aqui os alunos expuseram as formas corretas de utilizar esta letra a nível da leitura/pronúncia.

Programa a transmitir no dia 05/12/2020

Voltar para cima

 

Ministério da Educação

EPSTP-CELP –

Escola Portuguesa de São Tomé e Príncipe – Centro de Ensino e da Língua Portuguesa

Sede:  C.P. nº 636 - São Tomé

Telefone:  +239 999 58 19

Contacto Eletrónico da Escola - direcaoepst@gmail.com