CLUBE DE FOTOGRAFIA

A fotografia é arte. 

FOTOGRAFIA.png

Créditos: Brigitte Lopez

A arte de captar momentos, de registar emoções, de fazer escolhas, de focar o olhar numa determinada parte da realidade, imortalizando-a numa imagem. É, de resto e por isso, uma das poucas coisas que vence a inexorabilidade do tempo, ainda que por instantes breves. 

Por outro lado, a fotografia, enquanto criadora de narrativas, (acon)tece num registo muito peculiar, arrogando-se ao direito de dar luz e cor aos momentos marcantes da nossa vida, permitindo-nos uma revisitação constante, devidamente contextualizada. Cada foto é, na verdade, uma oportunidade de fazer acontecer novamente o já acontecido, numa espiral sem fim de leituras e interpretações que dão sentido aos dias. Também projeta, concomitantemente, a leitura futura da própria realidade, atribuindo-lhe sentidos renovados. A foto, que marca o instante, mistura a contemplação, a surpresa e o entusiamo, ao mesmo tempo que estimula a criatividade sem limites.

Por isso:

  • porque se considera uma mais-valia educativa;

  • porque desenvolve a competência do olhar;

  • porque entusiasma;

  • porque é útil;

  • porque os alunos de hoje, mais do que nunca, estão (hiper)ligados aos processos da imagem;

  • porque a escola é vida e a fotografia capta a vida;

  • porque a fotografia faz a cronologia do que vivemos;

  • porque há vontade;

  • porque os rostos, os olhares, as expressões, os acontecimentos da nossa escola reclamam fazer-se história a cada instante.

 

Ricardo Domingues

Destinatários: Alunos do 9.º ano e do secundário.

Funcionamento: Terça-feira das 14h15 às 15h55

 

Objetivos a alcançar:

• Conhecer a câmera digital e aprender a tirar partido das suas potencialidades em modo manual;

• Conhecer os princípios e conceitos básicos da fotografia;

• Transferir e processar ficheiros de imagens em formato RAW;

• Fazer o tratamento digital de imagens.

 

Este projeto adquire particular relevância no desenvolvimento do Perfil dos Alunos à Saída da Escolaridade Obrigatória nomeadamente:

• na área de competência informação e comunicação;

• na área do relacionamento interpessoal;

• na área do saber científico técnico e tecnológico;

• na área do raciocínio e resolução de problemas;

• ao nível do pensamento crítico e criativo;

• ao nível da sensibilidade estética e artística;

• ao nível do desenvolvimento pessoal e autonomia;

• ao nível do bem-estar saúde e ambiente

 

Conteúdo a serem abordados ao longo do ano:

• Obturador; abertura do diafragma; sensibilidade do sensor (ISO) & suas relações;

• distância focal;

• Longa exposição; utilização de filtros e tripé;

• Superexposição e subexposição;

• Histograma;

• modos de exposição da Câmera (Manual (M), Prioridade da abertura do diafragma (AV ou A), prioridade do obturador (TV ou S), programa (P);

• Temperatura da cor: luz do dia, equilíbrio de brancos;

• Formatos de imagens digitais (JPEG, RAW);

• Iluminação natural: o sol, hora do dia, o estado do tempo.

• Software de edição de imagens;

 

Atividades:

- Serão ministrados vários módulos de um curso básico de fotografia com recurso a atividades práticas; 

- Desenvolver-se-ão passeios fotográficos temáticos ou de comemoração de datas festivas;

- Arquivar e dar a conhecer as atividades da Escola para preservar a memória e história desta instituição. 

 

Professores responsáveis:  Brigitte Lopez, Pedro Lima e José Gonçalves

 
 
 

Atividades desenvolvidas

Dezembro

Durante o mês de Dezembro os alunos tiveram a oportunidade de partilharem fotos de flores. Participaram neste momento de partilha os alunos Vitalina, Vilma, e Isis do 12.º ano e também os alunos Sílvia, Leonardo e Heliane do 11.º ano.

“Oficinas de Fotografia”

Dezembro de 2021

Os alunos inscritos no núcleo de fotografia da Escola Portuguesa de São Tomé e Príncipe tiveram a oportunidade de frequentar as “Oficinas de Fotografia”, ministradas pelo fotógrafo português Carlos Barradas, no Centro Cultural Português. 

Foram cinco tardes de aprendizagem, partilha e troca de experiências. Tardes em que   despertamos o nosso olhar, apuramos o nosso sentido de estética e apreciamos cada momento capturado através da nossa câmara fotográfica. 

Aqui fica o testemunho do fotógrafo Carlos Barradas:

“Um dos maiores privilégios de ser fotógrafo é o de poder, em determinados momentos, partilhar o amor e dedicação a uma arte que não se esgota. É durante essa troca que constatamos que todas as pessoas têm o seu modo específico de ver, interpretar, e documentar o mundo que as rodeia, bem como as emoções, pensamentos, motivações e atitudes que as sustentam e dali se originam.

Quando surgem oportunidades de colaborar e construir esse conhecimento com pessoas em países e continentes diferentes do nosso, o entusiasmo desdobra-se e amplia-se. A fotografia, como qualquer outra linguagem, tem as suas particularidades, as suas derivas, belezas, frustrações, entusiasmos, medos, ansiedades. E a oficina que decorreu em Dezembro no Centro Cultural Português, onde participaram alunos, alunas e docentes da Escola Portuguesa foi um desses momentos, bonitos, onde a cada dia se verificou um interesse, uma dedicação e um compromisso crescentes na busca de imagens.

Desde a juventude que procuramos o nosso lugar no mundo, assim como a melhor maneira de nos exprimirmos de maneira que, ao mesmo tempo que demonstramos a nossa individualidade, usamos códigos coletivos que nos permitem fazer entender. A procura por fotografias realizada pelos e pelas estudantes e professores/as, ao mesmo tempo que demonstrou um domínio cada vez maior da técnica fotográfica, revelou também os seus interesses, a sua cultura visual e a vontade de reproduzir na medida do possível as imagens captadas pela melhor câmara fotográfica, os nossos olhos.

A realização de uma exposição coletiva será certamente o culminar de um trabalho cuja ambição não se esgotou na aprendizagem dos princípios básicos da técnica fotográfica. E essa é a maior vitória para quem participou neste processo. Que seja apenas o primeiro de muitos neste belo país. Muito obrigado por tudo.”

 

Gratos por fazer parte desta família!

 

Professores: Brigitte Lopez e Pedro Lima

Alunos: Isis Bragança, Leonardo Dias , Vilma Correia e Vitalina Lima

Barradas.jpg

Janeiro

Em janeiro os alunos Leonardo Dias, Heliane Oliveira, Isis Bragança, Vilma Correia e Vitalina Lima partilharam fotografias relativas ao tema mar.

Fevereiro

Durante o mês de fevereiro os alunos partilharam fotografias relativas ao tema floresta.
Da beleza das fotografias dos vários países envolvidos no projeto resultou um ebook que pode ser visualizado através do link

https://www.storyjumper.com/book/showframe/124189662/SEIZE-the-MOMENT#